Renda extra pode ser uma boa ideia para acabar com as dívidas

A inadimplência, na maioria dos casos, não vem apenas por causa de irresponsabilidade. As dívidas podem chegar por alguma emergência, que obriga a pessoa a tomar empréstimos em situação não muito favorável, ou a mudança brusca no dia a dia, como o desemprego.

Com juros elevados, o cenário das dívidas, apesar de dicas oferecidas, é complicado para a maioria dos brasileiros. De acordo com o IBGE, a renda média mensal do brasileiro é de R$ 1.380. Enquanto o Dieese afirma que o mínimo para as necessidades básicas para uma família de quatro pessoas teria que ser uma média de. R$ 5.969,17.

Assim, seja para fazer um dinheiro extra para um objetivo pessoal, mas especialmente, para sair das dívidas, fontes de renda extra podem ajudar muito. Há algumas opções interessantes de renda extra que podem ser aplicadas tanto por pessoas que já trabalham, mas querem ampliar a renda mensal, como pessoas desempregadas, que precisam de alguma quantia, enquanto não se recolocam no mercado de trabalho.

Confira, a seguir, dicas práticas de meios de se conseguir uma renda extra:

Dê aulas particulares

Seja direto em redes sociais, usando os métodos privados de vídeo, como o Closed Friends do Instagram, seja em plataformas como o Zoom, ou em plataformas de ensino como o Udemy, há vários locais nos quais você pode compartilhar com outras pessoas conhecimentos que possui. Use as redes sociais para divulgar seu serviço.

Seja um afiliado

Ser afiliado significa divulgar produtos e serviços de uma empresa e ganhar comissão a partir de cada venda realizada. Geralmente são oferecidos links para que você divulgue o produto da forma que achar melhor. Seja divulgando de forma direta, criando uma página de divulgação em rede social, ou usando sua rede de contatos.

Venda produtos pela Internet

Também é possível usar a Internet para vender praticamente de tudo. Pode ser desde itens que você não usa mais, até a compra de produtos em atacado para revenda em redes sociais ou canais de venda. Outra questão interessante pode ser o dropshipping, que permite que, através com parceria com uma distribuidora, você possa vender produtos sem ter estoque disponível, contando com o parceiro para catálogo e envio.

Responda pesquisas online

Há sites especializados em respostas de pesquisas, como o Toluna Influencers, Inside Brasil e LifePoints, que pagam seus usuários para responder pesquisas pela Internet. Basta criar um cadastro, e responder as perguntas disponíveis.

Alugue um bem

Há elementos que ficam parados em sua casa, que podem ser de grande valia para outra pessoa, mesmo que por um período curto de tempo. Então o aluguel deste produto pode ser uma boa ideia. Um videogame que pode ser alugado para festas, um equipamento de ginástica para alguém ou até a garagem da sua casa, para um projeto de outra pessoa.

Preste serviços para os aplicativos de transporte ou entrega

Boa parte dos brasileiros já usam esta fonte de renda, com muitos usando-a como renda principal. Como os serviços via aplicativo permitem o trabalho na hora que achar mais adequada, é uma boa opção para quem quer separar um tempo de seu dia, ou do final de semana, para aumentar a renda. Prestando atenção, claro, nas regras dos aplicativos, nos gastos com combustível e, principalmente, nos recursos de segurança.

Inscreva-se em plataformas de freelancer

Há locais que precisam muito de determinados profissionais, mas apenas para um trabalho. Assim, plataformas de freelancer podem ser ótimas soluções para quem espera se recolocar no mercado de trabalho, ou para quem quer uma renda extra. Upwork, 99Designs e Freelancer são algumas delas e você pode procurar a opção que é mais coerente à sua área de atuação e às suas necessidades.

%d blogueiros gostam disto: