Cinco momentos de humanidade durante a Guerra da Ucrânia

A guerra na Ucrânia já acontece por mais de duas semanas, com dias seguidos de relatos de conflitos, bombardeios e situações humanitárias de muita dor. Em meio aos conflitos, mais de dois milhões de refugiados deixaram suas casas para evitar o horror da guerra.

Mas ainda assim, em dias difíceis, a população ucraniana tem buscado maneiras de seguir em meio à guerra. São momentos que jamais seriam vividos em dias de guerra, mas que mostram a resistência do cidadão comum, não apenas pelo ataque inimigo, mas pelo direito de viver.

Amor em tempos de guerra

Lesya e Valeriy se casaram no dia 6, em meio às forças de defesa de Kiev, capital ucraniana que está cercada por tropas russas. O casamento foi na zona de guerra, perto de um posto de controle. O casal estava com trajes militares, mas ela não abriu mão do véu e do buquê.

Os soldados, incluindo o prefeito de Kiev, participaram como testemunhas do momento.

Menina canta Let it Go de Frozen escondida em abrigo

Uma menina ucraniana, escondida em abrigo, cantou Let it Go, do filme Frozen, e foi filmada em um vídeo que atingiu todo o mundo. Amelia, de sete anos, ficou de pé em meio a pessoas amontoadas em um bunker. Idina Menzel, a atriz que cantou a música no filme, viu o vídeo e mandou uma mensagem para a garota em suas redes sociais.

Orquestra Sinfônica Clássica de Kiev faz apresentação em praça da capital ucraniana

 

Músicos da Sinfônica Clássica de Kiev organizaram um concerto na praça Maidan, no centro da capital ucraniana. A praça, símbolo da capital ucraniana, foi também palco do evento conhecido como Euromaidan, evento sangrento que durou 92 dias com manifestantes exigindo a entrada da Ucrânia na União Europeia.

Herman Makarenko, maestro, dirigiu a apresentação. Em meio ao público, sacos de areia e barreiras anti-tanque estavam no local, uma vez que a capital está sendo cercada por tropas russas.

Violinista toca em porão em Kharkiv

Uma violinista foi gravada tocando em um porão em Kharkiv, uma das cidades mais bombardeadas da Ucrânia. Vera Lytovchenko está na cidade, em abrigo contra o bombardeio russo. Os vídeos de Vera tocando o violino, como forma de conforto, também viralizaram nas redes sociais.

“Quem lhe dará a notícia da minha morte?”, soldado ucraniano recitou em meio à guerra.

Em janeiro, Zhenya Perepelitsa vivia normalmente em Kiev como marido, pai de um garotinho e empresário do setor de exportações.

Num cenário de tanta destruição, medo e incerteza, virou o soldado ucraniano que viralizou ao declamar um trecho de um poema de amor que fala sobre a ansiedade de saber qual seria a reação da pessoa que amamos ao receber a notícia da nossa partida.

%d blogueiros gostam disto: