Reino Unido diz que casas de oligarcas russos poderão abrigar refugiados da Ucrânia

As casas e propriedades de oligarcas russos que estão sendo alvos de sanções poderão ser usadas para abrigar refugiados da Ucrânia dentro do Reino Unido, disse o Secretário de Habitação Michael Gove.

Em entrevista à BBC, o secretário afirmou querer “averiguar uma opção que nos permita usar as casas e propriedades de indivíduos alvos de sanções, para fins humanitários e outros propósitos”. “Há uma barreira legal bastante alta para atravessar e não estamos falando de confisco permanente”, continuou.

“Mas estamos dizendo: ‘Você é alvo de sanções, está apoiando Putin, esta casa está aqui, você não tem o direito de usar ou lucrar com ela… Se podemos usá-la para ajudar os outros, vamos fazer isso”, disse Gove durante o programa Sunday Morning, da BBC.

Ele acrescentou que o governo britânico quer tornar as medidas atuais ainda mais rígidas, impedindo os oligarcas de vender suas casas no Reino Unido, mas não de morar nelas.

“Se sua riqueza e sua influência estão sendo empregadas para apoiar ou dar conforto a Putin, haja vista o que está fazendo, temo que você tenha que arcar com as consequências”, ameaçou.

O governo britânico também pagará um auxílio de 350 libras mensais para quem oferecer acomodação para ucranianos fugidos do conflito por pelo menos seis meses. O programa recebeu o nome de “Homes for Ukraine”. Interessados devem registar-se numa plataforma que estará disponível a partir desta segunda-feira (14/3).

O Reino Unido tem sido criticado por não receber refugiados ucranianos na mesma proporção do que outros países europeus. Inclusive, ucranianos refugiados ainda precisam obter um visto, mas Gove disse que o procedimento será simplificado. Ele também afirma que é “natural” que refugiados vão primeiro para países vizinhos, como a Polônia ou Romênia, mas que o governo viu no auxílio um meio de ajudar os atingidos pela guerra.

%d blogueiros gostam disto: