Shopping Center é alvo de bombas russas em Kiev. Oito mortes foram confirmadas.

Até o momento, pelo menos oito mortes foram confirmadas após um ataque russo a um Shopping Center no distrito de Podilskyi, na região metropolitana de Kiev. A prefeitura da cidade, em meio ao aumento de intensidade de ataques russos, anunciou mais um toque de recolher, de 35 horas, assim como na semana passada.

Além do espaço comercial, que ficou completamente destruído, carros em um estacionamento próximo também pegaram fogo. O Serviço de Emergência do Estado da Ucrânia também acrescentou que 63 bombeiros trabalharam para apagar as chamas que chegaram até o terceiro e quarto andar do prédio.

Além do shopping, a prefeitura de Kiev também afirma que prédios de apartamentos e escolas foram danificados. “Devido aos incêndios após ataques aéreos na capital e na região, observa-se a poluição do ar. Portanto, não abra as janelas”, disse hoje o prefeito de Kiev, Vitali Klitschko.

O novo toque de recolher “intensificado” terminará às 7 horas da quarta, no horário local. “As viagens pela cidade serão proibidas sem passes especiais! Você só pode sair para chegar ao abrigo mais próximo”, disse a prefeitura de Kiev em comunicado. “Lembramos que os civis que estiverem na rua durante o toque de recolher sem passe especial serão considerados membros de grupos de sabotagem e reconhecimento!”

A Rússia confirmou o uso de foguetes de alta precisão contra o Shopping Center em Kiev, alegando de que o local estava sendo usada como depósito de armas. “As áreas próximas ao shopping center foram usadas como uma grande base para armazenar munições de foguetes e para recarregar vários lançadores de foguetes”, disse o Porta-voz do Ministério da Defesa, Igor Konashenkov, a repórteres.

Embed from Getty Images

“Armas de longo alcance de alta precisão na noite de 21 de março destruíram uma bateria de lançadores múltiplos de foguetes ucranianos e um depósito de munições em um shopping center que não estava em funcionamento”, acrescentou.

A guerra na Ucrânia, que se aproxima de seu primeiro mês de duração, vê os ataques a Kiev se intensificarem, à medida em que tropas russas se aproximam da capital.

%d blogueiros gostam disto: