Putin diz que o que acontece na Ucrânia “é ua tragédia”, mas que “não havia escolha”

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou na terça (12) que “o que está acontecendo na Ucrânia é uma tragédia”. Mas segundo o líder russo, “não havia alternativa”.

“Simplesmente não havia escolha, a única questão era quando começaria. Isso é tudo”, disse Putin, de acordo com a agência russa Tass. Ele já havia dito, mais cedo, que o confronto com a Ucrânia era inevitável, sendo apenas uma questão de tempo. Também considerou a questão como um “passo certo”.

Tal declaração foi feita após um encontro com Alexander Lukashenko, presidente de Belarus e aliado de Moscou. Putin também disse que Rússia, Ucrânia e Belarus são “um povo trino”. Aproveitou para afirmar que Belarus é um “irmão” russo. “E nada mudou aqui nos últimos meses. Não tínhamos dúvidas de que, se alguém nos apoiasse, seria Beralus”, comentou.

Rússia, Belarus e a Ucrânia integravam a antiga União Soviética, que foi dissolvida no início dos anos 90.

A guerra na Ucrânia já chegou aos seus 50 dias de conflito, com as tropas russas deixando a região da capital, Kiev, e concentrando seus esforços mais para o sul, como as regiões separatistas, que estão em conflito desde 2014, e também na cidade de Mariupol, local que ainda resiste, desde os primeiros dias de conflito, embora o número de civis mortos no local cresça a cada dia.

Segundo Moscou, esta seria a “segunda etapa” da invasão, que teve início em 24 de fevereiro.

%d blogueiros gostam disto: