Rússia quadruplica ataques no leste da Ucrânia, em “segunda etapa” da guerra

A “segunda fase” da operação russa na Ucrânia, após a não conquista de Kiev e de outros pontos do país, está sendo intensificada ao leste do país. Pelo leste, há a fronteira direta com a Rússia, além de regiões separatistas que contam, desde 2014, com apoio direto de Moscou. E a Crimeia, que foi anexada pelos russos no mesmo ano.

Na terça (19) foram registrados bombardeios quadruplicados das forças russas em cidades ucranianas. A grande maioria, no leste. O Ministério da Defesa da Rússia afirma que foram realizados 1.260 ataques na noite desta terça, quatro vezes mais do que os 315 do dia anterior.

De acordo com o governo ucraniano e seu presidente, Volodymyr Zelensky, as ofensivas tem como alvo principal Donbass, e são encaradas como decisivas. Pois um ataque maior nesta região pode ocasionar ou uma maior conquista russa de territórios na região, como um problema ainda maior para o orçamento russo, que tem encarado várias questões com suas forças, desde o dia 24 de fevereiro, quando iniciou as agressões.

O ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, disse nesta terça-feira (19) prever um desdobramento significativo da nova fase. “Outra etapa desta operação (no leste da Ucrânia) está começando e estou certo de que este será um momento muito importante de toda esta operação especial”, declarou.

Uma “parte muito grande de todo o Exército russo está agora focada nesta ofensiva”, disse Zelensky em um discurso em vídeo. “Não importa quantas tropas russas eles enviem para lá, nós vamos lutar. Vamos nos defender.”

%d blogueiros gostam disto: