Taubaté, terra de Lobato, revela seus ícones para o público infantil

Segundo o 13º Painel do Varejo de Livros no Brasil, de 6 de dezembro de 2021 a 2 de janeiro de 2022, foram vendidos 5,4 milhões de livros no país, com alta de 4,94% sobre o mesmo período de 2020, que teve 5,1 milhões de unidades comercializadas. O presidente do Sindicato Nacional dos Editores de Livros, cita uma pesquisa , que a população brasileira está lendo mais e fixando o hábito de ler.

Comparando o primeiro trimestre de 2020, com o mesmo período de 2021, nota-se que a venda de livros aumentou entre 19% e 20%, um percentual significativo do hábito da leitura em um trimestre já impactado pela pandemia.

O hábito vem se mantendo em 2022, segundo recentes pesquisas do Instituto Pró-Livro sobre o hábito de leitura que apontam para as redes sociais, e não mais o cinema ou a televisão, como principais concorrentes do livro.

Assim, Taubaté, uma das cidades do Vale do Paraíba com grande riqueza cultural, onde muitas personalidades nasceram e fizeram história em diversos segmentos, saiu na frente ao instituir junto as escolas públicas, livros infantis sobre as personalidades taubateanas.

Historicamente, a cidade já era procurada por artistas e intelectuais pela relevância político-econômica durante a produção cafeeira. A cidade abrigou muitos poetas, professores, músicos, radialistas, jornalistas e outras personalidades.

Dentre eles, estão Monteiro Lobato, Hebe Camargo, Celly Campello, Cid Moreira e tantos outros que fizeram história.

Surgiu, então, a ideia de publicar pequenos livros, ricamente ilustrados, voltados ao público infantil, contendo a biografia de grandes personalidades taubateanas. Através de linguagem e ilustrações lúdicas o objetivo é difundir a cultura local e preservar a memória e a história de pessoas que contribuíram para a cultura de nossa cidade.

O primeiro livro neste formato foi: Candinha e o pavão azul, narrando a história da Figureira D. Cândida e a criação do Pavão Azul, símbolo do artesanato paulista, publicado através de um projeto da Associação Artística Cultural Oswaldo Goeldi, com o apoio do Governo do Estado de São Paulo, através de Edital Proac, e que posteriormente foi ampliado através de um levantamento dos taubateanos ilustres que fizeram história.

Após esta pesquisa, sob a curadoria de Lani Goeldi e ilustrações de Giovanna Goeldi, pretende-se levar a público histórias e curiosidades muitas vezes desconhecidas pelo público de Taubaté.

Já foram publicados o livro: Hebinha, uma gracinha ( biografia de Hebe Camargo) e Bentinho Lobato (biografia de Monteiro Lobato). O objetivo, segundo a Prefeitura Municipal de Taubaté, é lançar uma série composta por 12 livros sendo que a proposta visa lançar 01 livro por trimestre, o que contemplará 04 livros por ano até 2024, com o intuito apresentar a biografia da personalidade eleita e narrar a sua trajetória de forma lúdica para o público infanto-juvenil.

Segundo a ilustradora, designer e artista plástica Giovanna Goeldi, o maior retorno tem sido o intercâmbio com as crianças, e poder incentivá-las não só a leitura, mas demonstrar que escrever também é possível, desde que se tenha disciplina e criatividade.

Afinal: “Um país se faz com homens e livros” – Monteiro Lobato

Serviço:

Contato: Associação Artística Cultural Oswaldo Goeldi : www.oswaldogoeldi.com.br / 

              Ilustradora: giovannagoeldi@gmail.com

%d blogueiros gostam disto: