Médicos do Reino Unido passam a indicar app para tratamento de insônia

O NICE, Instituto Nacional de Excelência em Saúde e Cuidados do Reino Unido, indicou recentemente um aplicativo baseado em inteligência artificial para a insônia. A plataforma, de acordo com o órgão britânico, é mais eficiente do que remédios para dormir.

Com a recomendação, o NHS, serviço nacional de saúde do país, recomendará o aplicativo Sleepio, que usa de inteligência artificial para oferecer aos usuários terapia cognitivo-comportamental para insônia.

A plataforma conta com um programa de autoajuda virtual de seis semanas. Entre as opções, há um teste de sono, sessões interativas semanais de TCC-I e manutenção de um diário sobre os padrões de sono. As autoridades acreditam que cerca de 800 mil pessoas no Reino Unido poderão se beneficiar do app.

O app trabalha com sessões que se concentram em identificar pensamentos, sentimentos e comportamentos que colaboram para a insônia. Uma vez coletada as informações, são realizadas intervenções para que o usuário possa enxergar melhor como ter o sono, promovendo uma rotina noturna mais saudável.

“Nossa análise rigorosa, transparente e baseada em evidências descobriu que Sleepio é uma economia de custos para o NHS [Serviço Nacional de Saúde] em cuidados primários em comparação com pílulas para dormir e higiene do sono. Também reduzirá a dependência de pessoas com insônia em drogas formadoras de dependência, como zolpidem e zopiclone”, disse a diretora interina de MedTech e digital no NICE, Jeanette Kusel.

O aplicativo se baseia na higiene do sono, que é como se pode ajudar o cérebro a entender quando é hora de adormecer e continuar dormindo. Para isso, o aplicativo pode criar rotinas regulares, e fazer com que o usuário entenda que não consumir álcool ou cafeína à noite também ajuda para uma boa noite de sono.

%d blogueiros gostam disto: