Portaria híbrida une vantagens de serviço remoto e presencial

Visando a redução de custos e o aumento de segurança, diversos condomínios têm recorrido a opções de portarias remotas (ou virtuais). O serviço substitui e automatiza toda a gestão do controle de acesso dos visitantes e condôminos aos portões e garagens dos edifícios. 

Ações anteriormente realizadas pelo porteiro, dessa maneira, passam a ser executadas por softwares de reconhecimento biométricos ou faciais, além de profissionais remotos através de câmeras e sistemas on-line. Mas, a ideia de não contar com a presença física de uma pessoa no prédio pode incomodar e gerar algumas dúvidas em moradores e administradores.

Considerando esse panorama, o sistema de portaria híbrida se apresenta como uma solução que pode lidar com essa situação. Como indicado pelo nome, esse modelo de gerenciamento mescla a atuação presencial de um porteiro com a solução de atuação remota. 

Sérgio Rocha, CEO da Roche Serviços, comenta que a portaria híbrida otimiza os serviços e custos. “Nos momentos de maior fluxo no condomínio, tem uma pessoa ali para realizar o atendimento, e nos momentos de menor fluxo o atendimento passa a ser remoto”, afirma.

Funcionando em um regime de trabalho de 44 horas semanais para o profissional presencial – onde o porteiro trabalha diretamente na mesma plataforma do sistema virtual, fato esse que garante um ambiente unificado e mais seguro -, a opção pela portaria híbrida promove uma esperada redução dos gastos, com portaria física 24 horas, sem abrir mão da comodidade de um porteiro no período diurno, por exemplo. 

Sendo assim, os condomínios podem alcançar uma harmonia entre as despesas, já que a adoção do sistema pode gerar um bom percentual de economia, principalmente em suas folhas de pagamento. O CEO da Roche Serviços atesta: “Esse sistema é cerca de 30% mais barato que a portaria física 24 horas tradicional, sem comprometimento no atendimento e ainda modernizando o sistema de segurança e controle de acesso dos edificios”.

Ainda de acordo com Rocha, além da aplicação em condomínios residenciais, o sistema também se apresenta como uma boa alternativa para condomínios comerciais, onde o fluxo de pessoas é consideravelmente reduzido em determinados dias e horários, como finais de semana e durante a noite. Os softwares se integram aos sistemas de controle de entrada já existentes (como catracas e cancelas) e passam a gerenciar tudo remotamente.

“A portaria híbrida proporciona maior segurança do que a portaria física e maior comodidade do que a portaria virtual 24 horas. É a união dos dois tipos de serviços, promovendo um custo-benefício interessante ao condomínio”, conclui Rocha.

Para saber mais, basta acessar: https://rocheservicos.com.br

%d blogueiros gostam disto: