Municípios apresentam projetos de inovação para as cidades no SmartCities Mundi

Inspirar a transformação dos centros urbanos por meio de tecnologias e práticas inovadoras, inclusivas e sustentáveis. Com esse objetivo, o SmartCities Mundi, que acontece de forma virtual de 20 a 22 de junho, apresentará propostas do setor público e da indústria para o desenvolvimento de cidades mais inteligentes. Smart grid, mobilidade urbana, agricultura sustentável e dados abertos são alguns dos temas que serão abordados nos painéis.

Entre os projetos de smart cities, destacam-se as experiências do Centro de Operações do Rio de Janeiro e das prefeituras de Curitiba e de Guarulhos; o programa Piauí Conectado e as iniciativas do estado do Ceará para ampliar o acesso à internet a todos os moradores; e o caso da pequena Carmo de Cajuru, em Minas Gerais, que prova que cidades inteligentes podem ter qualquer tamanho.

Também são destaques do evento o recém-lançado movimento Open 5G @ Campinas, que será apresentado pela TIM; e o monitoramento em tempo real adotado pela prefeitura de Aparecida de Goiás, um dos cases da Huawei.

O SmartCities Mundi ainda será palco do relançamento do primeiro volume de Bright Green Book, o Livro Verde do Século XXI. A obra, que conta com o apoio da ONU Habitat, UNDP, Itamaraty, governos da Itália, Holanda e Dinamarca, entre outras organizações públicas e privadas, traz 100 casos de sucesso de cidades inteligentes ao redor do mundo, inclusive no Brasil. Também serão apresentadas em primeira mão iniciativas que integram o volume 2 da publicação, a ser lançado em outubro. Entre as companhias e soluções de destaque estão:

American Tower – A empresa conta com mais de cinco milhões de conexões em acordos firmados para os próximos cinco anos em sua rede neutra IoT, que tem a Everynet como parceira tecnológica. Algumas de suas verticais têm crescido rapidamente, como rastreamento de ativos e logística, medição inteligente (água, gás e eletricidade) e cidades inteligentes. Integra a LoRa Alliance, que tem a missão de padronizar a comunicação em redes de longa distância e baixa potência (LPWAN) para IoT.

Bottomup – Indústria eletrônica com sede em Recife, é especializada em devices para IoT. Desenvolve, entre outros produtos, controle de luminárias públicas com conectividade LoRaWan pública ou privada. Também integram o portfólio rádios LoRaWan alimentados por pilhas de longa vida, aplicáveis em soluções de IoT e telemetria de água e energia.

Enel X – A concessionária de energia elétrica tem um ambicioso projeto de mobilidade elétrica no transporte público. É uma das signatárias da Aliança Zebra – Zero-Emission Bus Rapid-deplyment Accelerator, criada em 2018 para acelerar a implantação de ônibus elétricos nas cidades de Santiago (Chile), Medellín (Colômbia), São Paulo (Brasil) e Cidade do México (México) – as metrópoles integram o C40 Cities e assumiram compromissos para a descarbonização do transporte público.

Everynet – Parceira tecnológica da American Tower na Rede ATC LoRaWAN, presente em mais de 270 cidades e em todas as capitais brasileiras. A infraestrutura de rede LoRaWAN da American Tower e da Everynet é feita para permitir serviços IoT robustos de baixa potência de longa distância (LPWA), com menores custos compartilhados e menor tempo para gerar receita. Integra a LoRa Alliance, que lançou recentemente o acesso LoRa via satélite.

Exatron – Com sede na cidade de Canoas, no Rio Grande do Sul, a empresa dedica-se ao desenvolvimento de produtos eletroeletrônicos nas áreas de automação predial e residencial promovendo economia de energia e segurança.

Hightrend – A empresa tem como meta dotar as cidades brasileiras com infraestrutura de telecomunicações e dados para promover o controle de semáforos, bueiros, câmeras de monitoramento e segurança; estacionamentos inteligentes, internet sem fio, identificação biométrica e visual de pessoas, objetos e automóveis, controle de frotas, localização de automóveis, além de sistemas de segurança cibernética e patrimonial.

Grupo Iacolino – O grupo empresarial italiano liderado pela família Iacolino atua em diversas áreas relacionadas ao setor de engenharia. Consolidou-se em setores como aeroportos e autoestradas. Representa um dos principais players italianos na construção e gestão de obras públicas de usinas e investe fortemente em infraestrutura digital para as cidades inteligentes.

Inteli-Gente – Desenvolve um novo modelo de cidade inteligente com foco em cidades pequenas e médias, zonas rurais, comunidades ribeirinhas e de floresta. Sua tecnologia visa reduzir em até 80% o gasto de energia elétrica de iluminação pública e prédios públicos.

O SmartCities Mundi é uma realização do portal Tele.Síntese em parceria com o Fórum das Américas. O formulário de inscrição e a programação do evento estão disponíveis no site: https://www.eventos.momentoeditorial.com.br/

%d blogueiros gostam disto: