Reino Unido busca atrair novos talentos estrangeiros com Mestrado e MBA

Após a passagem dos dias mais difíceis da pandemia, com avanço das vacinas e controle da pandemia em diversos países, algumas nações, entre elas o Reino Unido, desenvolvem projetos e meios para minimizar os danos econômicos da covid-19, o que inclui planos de atração de capital humano qualificado.

Além do Reino Unido, Canadá e Nova Zelândia também estão buscando meios de facilitar a imigração para profissionais qualificados. O caminho mais comum é o da educação superior, onde jovens estudantes podem, além de aprender diretamente no país, eles podem ser inseridos de forma mais orgânica no mercado de trabalho britânico.

Tal situação vem de encontro com o aumento de buscas de brasileiros por oportunidades de estudos no exterior. A Belta, associação das agências de educação internacional no Brasil, 47% dos brasileiros entre 15 a 29 anos têm interesse em viver em outro país. A expectativa é a de que grande parte destes estudantes vivam em países estrangeiros.

Assim, o Reino Unido oferece oportunidades em mestrado e MBA para estudantes que queiram oportunidade de trabalho, ou buscam desenvolvimento profissional. Ao seu favor, há a cidade de Londres, onde em pesquisa realizada pelo Fórum Econômico Mundial e QS Quacquarelli Symond, foi eleita a melhor cidade para estudantes internacionais do mundo. 

Uma das vantagens do mestrado ou MBA no Reino Unido é a possibilidade de levar dependentes ao destino. Também é possível, através deste tipo de visto, a jornada de trabalho completa para o cônjuge, durante o período de estudos. O estudante também poderá trabalhar, mas apenas por 20 horas por semana, a metade da jornada semanal, podendo encarar a jornada completa após o final dos estudos.

Após a conclusão dos estudos, a pessoa ganha mais dois anos de visto de trabalho no país, para que possa desenvolver suas habilidades e conhecimentos, estabilizando-se no país como profissional. A ideia é seguir os passos de Canadá, Austrália e Nova Zelândia, que oferecem vistos de trabalho pós-estudos.

%d blogueiros gostam disto: