Mercado de casamento volta a crescer após baque da pandemia

A pandemia do Covid-19 fez com que a grande maioria das cerimônias fossem adiadas, na tentativa de seguir os protocolos de segurança necessários durante grande parte deste período tão turbulento. Porém, depois que os eventos voltaram a ser liberados, está havendo uma recuperação nessa seção. 

De acordo com uma pesquisa realizada pelo site The Knot, 75% dos que se noivaram em 2021 colocaram a data do casamento para 2022, esperando um momento com maior firmeza nas políticas de eventos para marcar a data em definitivo. 

Com isso, segundo a pesquisa do Allied Market Research, enquanto em 2020 o mercado de serviços relacionados a casamento atingiu 160,587.40 milhões de dólares, existe a previsão de que alcance o valor de US$ 414,285.70 milhões até 2030, significando um crescimento de quase 160% em dez anos.

Isso porque a previsão é de que mesmo após a realização desse grande número de casamentos que estava esperando o momento certo para acontecer, a previsão é que o número de eventos ainda continuará aumentando.

O mercado de casamentos e o crescimento digital

Outra mudança que a pandemia de Covid-19 trouxe foi em relação aos hábitos de consumo de boa parte da população, principalmente no que tange às compras on-line. Uma pesquisa do HostGator aponta que 64% das empresas participantes notaram aumento nas vendas on-line durante a pandemia. Isso representa um novo hábito de compras do consumidor, que migrou parcialmente para a internet.

Sendo inclusive cada vez mais comum a compra de produtos pela internet que, até então, eram feitas majoritariamente de forma presencial. O que inclui os produtos e serviços relacionados ao casamento. 

Conforme levantamento feito pela empresa europeia de joias, Teilor, suas vendas de alianças de casamento aumentaram 85% de 2020 para 2021, mostrando uma maior confiança nas compras on-line, mesmo para objetos de maior valor agregado, como joias em ouro. Aqui no Brasil não é diferente. Thalia Froes e Rafael Froes, criadores do e-commerce especializado em alianças de casamento em ouro, Altar Alianças, também notaram o aumento expressivo nas vendas com a volta dos eventos de casamento.

Aumento que se faz presente em toda a cadeia de serviços de casamento, tanto de serviços como produtos, tais como buffet, decoração, trajes, alianças, etc. Mesmo com a reabertura dos comércios presenciais, as vendas on-line continuam em crescimento, com consumidores mais confiantes e acostumados com as transações no meio digital.

Segundo pesquisa do site EMarketer sobre as oportunidades de vendas para quem trabalha com casamento utilizando o comércio eletrônico, continuarão crescendo nos próximos anos. 

Até mesmo a área de serviços têm utilizado o meio digital para crescer, como por exemplo as reservas de local para os eventos, que antes eram realizadas majoritariamente de maneira presencial. E segundo a pesquisa do Allied Market Research, até 2030 ocorrerá um aumento de 5.5% (CARG) nas reservas realizadas de forma on-line. 

Thalia Froes admite que ela mesma, antes da pandemia, não era muito adepta das compras on-line, mas depois do isolamento social, aceitou que essa modalidade de compras oferece comodidade e conforto, e que não deixará mais de ser parte da sua vida. “O e-commerce veio para facilitar a vida das pessoas, e sua missão é entregar uma experiência ainda melhor na loja virtual, que na loja física. E é por isso que houve uma grande melhoria nas tecnologias usadas para entregar essa experiência para o consumidor”, afirma Rafael Froes. Outro ponto, são os aplicativos para casamento, que já existiam, mas que acabam se tornando mais comuns ao planejar seu casamento pela internet.

Seja com aplicativos de organização, confirmação de convidados, criação de convites e até mesmo para descobrir o tamanho do dedo da aliança. Assim, substituindo funções da vida real e tornando as compras online mais fáceis. 

Também segundo a pesquisa do Allied Market Research, uma outra grande mudança prevista para os próximos anos é crescimento do número de “Destination Weddings”, ou seja, eventos de casamento que são realizados fora da cidade e/ou país de origem dos noivos, uma excelente notícia também para o mercado de turismo.

%d blogueiros gostam disto: