Conheça os cinco tênis mais caros do mundo

Os tênis, mais do que nunca, se tornaram mais do que itens de moda. Com a cultura dos “sneakerheads”, adeptos de tênis sempre procuram saber das novidades e tendências, além de estarem dispostos a pagarem caro em modelos exclusivos.

Além de modelos mais caros, que enchem os olhos dos aficcionados, também há colaborações exclusivas e itens que não são mais fabricados, mas ainda assim são desejo destes colecionadores que, literalmente, entram com os dois pés neste universo.

E há mais uma tendência, esta realmente muito mais cara do que o comum, que são os tênis exclusivos. Sejam eles modelos desenvolvidos unicamente para uma pessoa, ou modelos usados por personalidades, tais tênis extrapolam facilmente a casa dos milhões de dólares, ou reais.

Por isso, confira abaixo cinco dos tênis mais caros do mundo atualmente, assim como os motivos que justificam seus valores milionários.

5. Nike Waffle Racing Flat “Moon Shoe” – US$ 437,5 mil (R$ 2,2 milhões)

Sotheby’s

Este é um modelo de 1972 da Nike nunca usado. A companhia, na época ainda não era a gigante que conhecemos hoje, e buscava ter presença no mundo esportivo, o que incluía o Basquete. Foi vendido em um leilão, com outros tênis tão caros quanto, para o empresário Miles Nadal. Ele foi um dos doze únicos pares que a Nike produziu para o time dos EUA para as Olimpíadas de Munique. Foi desenvolvido por Bill Bowerman, cofundador da marca.

4. Air Jordan 1 High “Chicago” – US$ 615 mil (R$ 3,2 milhões)

Christie’s

Os Air Jordan 1 já são caros por si só, e ainda assim são um dos tênis mais desejados atualmente. Mas imagine o valor de um destes tênis, se ele foi usado pelo próprio Michael Jordan. Este par, em especial, foi usado por Jordan em uma partida dos Bulls na Itália, em 1985. O tênis tem a assinatura do jogador e também foi vendido em leilão, em 2020. Conta com o “diferencial” de “acompanhar” um caco de vidro na sola, fruto de uma enterrada do camisa 23, que quebrou a tabela no jogo.

3. Nike Air Ship – US$ 1,47 milhão (R$ 7,6 milhões)

Sotheby’s

Este é outro tênis usado por Jordan, mas é de 1984. Isso significa que este tênis é de um período anterior a colaboração do jogador com a Nike, para a criação de seus lendários tênis. O camisa 23 usou estes tênis no seu quinto jogo no Chicago Bulls, em seu primeiro ano na NBA. O tênis, de tamanho 45, foi vendido em leilão para o colecionador Nick Fiorella. Antes do leilão, Michael Jordan havia presenteado com os tênis, Tommie Tim III Lewis, o gandula do Denver Nuggets, neste mesmo ano de 1984.

2. Nike Air Yeezy 1 – US$ 1,8 milhão (R$ 9,4 milhões)

Sotheby’s

Saindo do mundo de Michael Jordan e chegando para o de Kanye West, este Yeezy data de antes do império do artista. Trata-se do protótipo do primeiro modelo, que foi usado na apresentação do cantor no Grammy de 2008. Estes tênis foram vendido em leilão em maio de 2021, para o colecionador Ryan Chang. É o par de tênis mais caro já vendido em todos os tempos.

1. Solid Gold OVO x Air Jordans – US$ 2 milhões (R$ 10,4 milhões)

Divulgação

Mas os tênis mais caros do mundo contam com uma questão bem única. Isso pelo simples motivo de que não são usáveis. O par foi feito especialmente para o rapper Drake em 2016, e é feito de ouro puro sólido 24 quilates, e pesa 22 quilos, o deixando impossível de ser utilizado. Mas como não foi feito para ser colocado no pé, o item chama atenção exatamente por ser todo feito em ouro, fruto do trabalho do artista Math Senna, que usou o modelo da Nike Air Jordan 10’s para conceber esta “escultura”.

%d blogueiros gostam disto: