Priscilla Presley fala de temores na carreira de seu marido Elvis em entrevista

Priscilla Presley, viúva de Elvis Presley, contou mais sobre o rei do rock, sua família e o recente filme, Elvis, em entrevista ao programa The Noite, apresentado por Danilo Gentili no SBT. Priscilla elogiou demais Austin Butler, que deu vida a seu falecido marido no longa:

“Vi o filme quando ele estreou e não sabia o que esperar. Foi inacreditável. O Austin Butler fez o Elvis lindamente. Assistir o filme e fazer parte do filme, me deixou bem nervosa. Eu não sabia como eu ia ser retratada, mas a Olivia (DeJonge) fez um trabalho incrível, ela foi sensível, carinhosa, se preocupou e ela gostava muito do Elvis, ela conseguiu uma boa atuação”, disse.

Mas ela aproveitou para corrigir uma cena do filme que, segundo ela, aconteceu diferente na vida real:

“No nosso relacionamento, quando falei que ia me divorciar dele, isso aconteceu em Las Vegas. (No filme) ele estava na escada de casa e eu falei para ele (que ia me divorciar). Isso não aconteceu. Aconteceu, de fato, em Las Vegas, no quarto dele de hotel, falei com ele e disse preciso ir embora”.

Ela compartilhou também os temores de Elvis de que sua carreira chegaria ao fim, chegando a questionar várias vezes se manter sua carreira era o que Deus queria dele:

“Ele realmente achava que sua carreira acabaria, que não agradaria mais seus fãs, porque ele já estava com 40 anos. Na época, ter 40 anos já era uma idade. Ele disse para mim isso, que achava que os fãs iam escolher outros artistas e não iam mais querer saber dele. O Elvis sabia que tinha um grande público e que as pessoas amavam ele. Mas ele se questionava se existia algo a mais que ele podia oferecer, se estava fazendo a coisa certa, se Deus queria que ele fizesse algo diferente. Ele pensava se deveria estar falando a palavra de Deus ao invés de estar no palco”.

E a viúva confessou que ainda sente a presença de Elvis em Graceland, na propriedade que fica em Memphis, no Tennessee, EUA:

“Quando você vai para Graceland, parece que sente o espírito dele ali. Quando está silêncio, ninguém lá, eu sinto e visualizo como se ele estivesse descendo as escadas, vejo ele ali sentado na mesa de jantar, é como se o espirito dele estivesse em Graceland”.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: