Guanabara completa 30 anos de transporte rodoviário

A Guanabara, empresa brasileira de transporte rodoviário, chega aos seus 30 anos de operações. A empresa foi fundada em 1º de agosto de 1992, em Fortaleza (CE) e, hoje, atua em 14 estados e no Distrito Federal (mais de 950 municípios brasileiros) e transporta cerca de 6 milhões de passageiros por ano. A empresa investiu, recentemente, na aquisição de uma nova frota formada por mais de 400 veículos.

Cronologia

Década 1992 – 2002: a empresa investiu em nova frota sendo a primeira com ar-condicionado em todas as linhas regulares. Isso gerou um diferencial que, mesmo operando inicialmente no Nordeste, foi muito bem-recebido pela população local. Foi nesse período em que se iniciaram as ligações intermunicipais no Ceará, Piauí, Maranhão e Paraíba, além das linhas para as regiões Norte e Centro-Oeste, com destaque para Brasília e Goiânia. Dessa forma, a Guanabara já em seus primeiros anos passava a ser uma empresa nacional e não mais regional. Um dos marcos foi o lançamento, em 1994, do Top Bus, um serviço executivo urbano realizado na cidade de Fortaleza que possibilitou a interiorização das linhas de transporte da região. Além disso, em 1996, foi iniciada a venda informatizada de passagens, permitindo que o passageiro pudesse comprar a passagem de ida e volta na cidade de origem.

Década 2002 – 2012: nesse período foi criado o primeiro programa de fidelidade do setor rodoviário do Brasil para contemplar os passageiros da região Nordeste do país. Com uma nova identidade visual, a empresa lançou, ainda, o programa de desenvolvimento econômico de cidades atendidas em apoio a entidades do turismo, como o Boa Mesa na Estrada para capacitação de restaurantes, localizados nos trajetos por onde os ônibus da empresa realizavam paradas, garantindo, assim, segurança alimentar aos viajantes. 

A nova sede, construída em 2007, em Fortaleza, permitiu o aprimoramento das atividades de manutenção dos veículos e algumas ações como o projeto Portas Abertas, em que a empresa recebia na nova matriz universitários de diversos cursos. 2008 foi o ano de inaugurar a primeira agência na rodoviária de Fortaleza, e, logo em seguida, em 2009, foi implantado um Sistema de Gestão da Qualidade para obter um melhor desempenho e otimizar processos que culminaram na certificação ISO 9001.

A Guanabara também passou a promover encontros com busólogos de todo o país para fomentar o hobby e, como um dos seus projetos sociais, lançou o programa Caminhos Musicais Guanabara por meio do apoio à orquestra filarmônica Estrelas da Serra. Através dessa ação, foram realizadas dezenas de apresentações gratuitas da orquestra formada por jovens de comunidades carentes em diferentes localidades, tendo também contribuído para a compra de instrumentos musicais e a para a reforma e manutenção da sede da orquestra.  

Década 2012 – 2022: em sua terceira década, a Guanabara amplia os seus canais digitais e adota a sua quarta identidade visual. Sua frota começou a circular com veículos Double Deckers no serviço Galaxy nas linhas a partir de Fortaleza em direção a Teresina, Natal e Recife atendendo a demandas da população. O ano de 2017 foi marcado por uma forte ampliação operacional que contemplou a inclusão na malha de destinos das regiões Nordeste e Sudeste, como as cidades de Salvador, Rio de Janeiro, São Paulo e Santos.

Em 2022, continuando a expansão, a empresa começa a operar em definitivo, no Ceará, o Lote 5, contemplando destinos turísticos como Itapipoca e Jericoacoara. A renovação da frota seguiu sendo feita anualmente, a despeito de todas as dificuldades da conjuntura brasileira e mundial. Trouxe, ainda, para as estradas o modelo de ônibus Marcopolo G8, recém-lançado no mercado, e em breve irá implementar um novo serviço, o Galaxy Plus, que une as classes Leito e Semileito em um só veículo. A procura por estes serviços aumentou 15%, nos últimos meses, segundo dados da Abrati – Associação Brasileira das Empresas de Transporte Rodoviário de Passageiros.

Nos anos de pandemia, a empresa passou a instituir o embarque mobile através de celular e lançou o programa Viva, em parceria com as outras empresas do Grupo, com viagens convertidas em pontos e benefícios para quem viaja de ônibus.

Nesta década ainda foi iniciado o projeto Bibliônibus, lançado em 2021, no Ceará, com o objetivo de estimular o hábito da leitura nas populações. O projeto proporcionou aos usuários do transporte rodoviário de passageiros o acesso a um variado acervo de livros, com empréstimos gratuitos, favorecendo a circulação das obras entre diferentes cidades. As bibliotecas são disponibilizadas nas rodoviárias cearenses participantes.

%d blogueiros gostam disto: